sexta-feira, 31 de outubro de 2008


-Não Apolo, vamos embora estou com dor de cabeça, e outra, a mãe de Sophia está um nojo, e o pai dela estressado, me arrependi de ter vindo.
-Aham, então depois ligamos para ela.
-Que bicho te mordeu hein, nunca se preocupou com Sophia.
-Por nada, só preocupação mesmo. Vocês são muito amigas e eu resolvi ser gentil, só isso Lu.
Luiza acha estranha a atitude de Apolo, mas prefere não fazer nenhum comentário. Eles entram no carro e seguem, Mais a frente Apolo vê Pietro sentado na calçada.

-Olha o Pietro, todo largado, coitado.
-ONDE? – Diz Luiza assustada.
-Nossa o que foi isso Luiza?
-Desculpe-me meu amor, é que faz tempo que não o vejo e disseram-me que ele... Bom, não importa.
-Disseram o que Luiza?
-Que ele estava acabado, machucado, sei lá.

Apolo percebera que Luiza estava estranha, mas preferiu não dizer nada. Chegando a casa, Luiza foi direto para o chuveiro tomar um banho gelado, Apolo foi se deitar, disse que a esperaria na cama.
No chuveiro, Luiza se perguntava o que estava fazendo de sua vida, ir atrás de Pietro no dia de seu casamento era loucura, mas desejava dormir com Pietro naquela noite.

5 comentários:

*.*Allegr!a*.* disse...

As sanhas e loucuras do desejo...
Onde nos leva?
Fuga ou risco?
Instiga e castiga.
É o céu e o inferno.
Desejos...
Como detê-los?

Nicolle Longobardi disse...

Nooossa que legal você escreve contos!Tenho um monte de contos guardados numa pasta no meu quarto e estou prestes a criar um blog só de contos!Adorei seu blog,beijos aguardo sua visita.

†YaGo-SaN† disse...

Legal sua história, tenho uma prima que também cria várias histórias assim...
abraços!

http://wallnosekai.blogspot.com/

RodrigO [OsBunitãO] disse...

Meus parabens!
Muito legal, adorei, realmente vc tem o dom!

wallis disse...

hehehehehe!
Isso não vai prestar, casada com um e apaixonada por outro!

To adorando Gra, quando eu achei que a história estava acabando vc me surpreendeu, Vc é D+. rsrsrs
Beijos