segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Parece tédio.

Feriado, sol, sombra e nada de praia. A louça suja, e a bagunça da cama demonstram minha preguiça constante. A espera por algo ao olhar o celular, e a agonia que insiste em não passar. A música que ouço parece querer mostrar o caminho que devo seguir, e a felicidade das pessoas na rua me sugerem algo. As lembranças voltam, e não sinto dor. A saudade bate, mas, que saudade boa. Ouço gritos, e o sol entra querendo dizer que estou viva, e que não a nada a fazer, a não ser viver. Lembro dos amigos, dos amores, da família, do velho da esquina, e não me esqueço de agradecer. E por fim, desejo um bom feriado a todos.


5 comentários:

Versos Controversos - Alan Salgueiro disse...

Menina, sua escrita tam qualidade! E o legal é que tá despretensioso, como se você se estirasse na cama e escrevesse livremente sobre um pouco do que vê e sente, e isso transmite uma verdade que é apreciável.

THÂMARA CRISTINA disse...

Caramba, parece que você está falando de mim, eu estou exatamente assim, só que acabei de lavar a louça e minha angústia não tem fim...adorei o blog!

Nova Quahog disse...

PRA DIVULGAÇAO DE BLOGS:

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93937074

kbritovb disse...

louça suja, e a bagunça da cama demonstram minha preguiça constante

meu dia-dia =D

JuANiTo disse...

Essa preguiça é boa!
E ficar na maresia assim, de vez em quando é bom, qnd não se transforma em melancolia. Gostei do modo que vc encarou seu feriado. Rsrs.
Abraço!