quarta-feira, 4 de junho de 2008

O dia do casamento. Capítulo IV

Enfim estava tudo pronto para o casamento. Apolo já esperava ansioso no altar... De repente Luiza chega... Os olhos de Apolo brilham, Luiza nem sorrir consegue...
E então o casamento começa, o padre segue com aquelas perguntas típicas de casamento... Quando pergunta:
-Alguém aqui é contra esse casamento?
Ao fundo todos escutam uma voz, logo olham para traz:
-Eu sou contra esse casamento – Sophia grita.
Luiza olha com cara de assustada, temendo o que amiga
-Sophia o que significa isso?
-A Luiza não deve se casar com você Apolo, ela sempre foi apaixonada por...
-Cale-se Sophia, você não tem nada haver com isso, por favor, tirem ela daqui
-
Para o seu próprio bem Luiza, não se case com Apolo, não faça isso com você, não se engane, o seu grande e verdadeiro amor está logo ali, só esperando você largar tudo para ficar com ele
-O meu grande e verdadeiro amor é APOLO, e você sabe muito bem disso Sophia
-A história que eu sei é outra
Todos estão assustados com a situação, o padre diz:
-Por favor, parem, estamos na casa de Deus, sem brigas. Eu devo ou não continuar com o casório?
-Sim- Diz Luiza.
-Não- Diz Pietro indo em direção de Luiza.
-O que é isso Luiza? Eu sempre soube que você não me amava de verdade.-Diz Apolo com um ar decepcionante.
-Como não Apolo?
-Luiza, depois disso tudo você ainda quer que eu acredite que me ama, que me amou algum dia em sua vida?
-Claro Apolo, depois de tudo que vivemos juntos, você tem que acreditar, eu te amo!
-Não... não...
-Apolo, está todo mundo esperando o casamento acontecer
-Problema de quem espera acontecer, e sorte de quem quer que acabe, por que conseguiram
-Apolo volta aqui
-Deixe ele ir Luiza, ele não sabe o que está perdendo
-Quem é você pra falar sobre me perder Pietro?
Luiza sai correndo da igreja, vira-se para Sophia e pergunta
-Está feliz agora Sophia?
-Sim, por que sei que você será feliz também, um dia você vai me agradecer por isso
-Há Há, a humanidade que vai agradecer a mim por ter te matado, bem que Henry tentou abrir meus olhos dizendo o quão falsa tu és, e eu tola nunca acreditei nele.
-Luiza vamos sair daqui
-Você de novo Pietro? Eu sei que você está envolvido nisso, foi tudo um plano de vocês não foi?
-Não, eu não sabia de nada, mas fiquei feliz
-O que disse?
-Nada, desculpe-me. Vem comigo?
-É o que me resta.

10 comentários:

Pr. Cláudio Moreira disse...

Bem dramalhão mexicano essa crônica, hein?

rrsrsrsrsrs

Brincadeira. O texto está muito bem escrito, a sintaxe das palavras está correta, não há um erro gramatical relevante. Diante do que se lê por aí, é algo a ser mencionado.

Parabéns.

Sombra, o Homem disse...

não sou nenhum pr. cláudio moreira (tb nem sei quem é!!! rsrs)...
mas venho dizer q achei o texto de vcs bem legal!!! apesar de pegá-lo já no meio (IV capítulo) e ter q esperar o fim!!! rsrs
parabéns!!!

www.tirashd.blogspot.com
www.1irmao.blogspot.com

'Ewertoon disse...

Gostei do texto viiuu!
Mesmo pegando-o no IV capítulo, gostei. Escreve bem, tem imaginação e é boa contadora de histórias.
Beijaao'

http://peidaesaipoeira.blogspot.com

Euzer Lopes disse...

Li as três partes.
Dramalhões mexicanos à parte, percebo que os personagens têm uma personalidade forte. E isso normalmente rende boas estórias.

Vi ,) disse...

Ahh, gostei.
Po, só achei meio clichê a parada de ela falar justo na hora que o padre pergunta se alguem tem algo contra, saca? hsahsuahus
Mas ta muiiito legal.
Eu vou pra Sampa mesmo.
; )


vitoriacolvara@hotmail.com
add ;D

Bel*~ disse...

Bom, faltou um pouco de descrição dos acontecimentos, muito diálogo sem muitos detalhes pode tornar o texto cansativo e confuso
mas gostei
poucos erros de ortografina, na verdade, quase nenhum
parabéns

Dih da Pâhzinha... disse...

Meio mais ou menos...

mas ta valendo

http://www.avidanobeco.vai.la/

Pedrita disse...

rsrs bem legal!

Stephany disse...

Gostei sabe não acbei de ler mais tem um belo mistério,tipo lendo esse capitulo cria um grande suspence e faz com que quem le queira saber sobre o resto da história parabéns"

wallis disse...

O texto ta ótimo amiga!
Achei bem estilo novela Mexicana(não que eu assista essas novelas)rsrsrsrrs
Mas quer saber! to lendo e to gostando! :D